Skip to main content
Clean & Safe

Fundação Bienal de Arte de Cerveira integra projeto “LowPlast – a arte de reduzir o plástico”

 

LowPlast – a arte de reduzir o plástico

LowPlast – a arte de reduzir o plástico” é um projeto promovido pelo Aquamuseu do rio Minho – Município de Vila Nova de Cerveira, em parceria com a Fundação Bienal de Arte Cerveira (FBAC), a Associação Portuguesa do Lixo Marinho e o Instituto Interdisciplinar de Artes – DTK, (Noruega), financiado pelos EEA Grants. 

Tendo como objetivo fortalecer a sensibilização para redução e prevenção de plásticos nos Oceanos, o projeto prevê a realização de ações de sensibilização para a necessidade de reduzir o consumo de plásticos de utilização única e garrafas de plástico, em setores chave como o fast-food, restauração e supermercados, bem como incentivar a sua valorização após o uso, dando sentido prático à expansão da Economia Circular.

A iniciativa engloba ações de monitorização, disseminação de boas práticas e criação de elementos artísticos, no qual se enquadra a participação da FBAC. Assim, integrando a programação da XXI Bienal Internacional de Arte de Cerveira, serão apresentados ao público três momentos de intervenção artística. Devido ao contexto da situação atual, o projeto foi adaptado e serão apresentadas duas participações à distância das artistas norueguesas Pippip Ferner e Christine Istad e uma intervenção, em pleno Rio Minho, do português Acácio de Carvalho.

Os conteúdos integrarão a agenda de programação digital da XXI Bienal Internacional de Arte de Cerveira e poderão ser acompanhados na página oficial de Facebook e no canal do Youtube da organização.

 

Agenda:

\ 14 de agosto, 10h00 \ Apresentação do projeto “LowPlast – a arte de reduzir o plástico”
\ 21 de agosto, 10h00 \ Apresentação da artista Pippip Ferner
\ 31 de agosto, 10h00 \ Apresentação da artista Christine Istad
\ 4 de setembro, 10h00 \ “Ilhas de Plástico” de Acácio de Carvalho

 

Sobre os artistas:

Acácio de Carvalho: Curso de Artes Plásticas da Escola Superior de Belas Artes do Porto, 1980. Mestrado em Cenografia 86/88 pela Universidade de Boston, E.U.A. Entre 1972/82 trabalha como designer gráfico no Jornal de Notícias do Porto. Professor Adjunto na Área de Artes e Ofícios da E. S. E. do Instituto Politécnico do Porto. Desde 1965 que trabalha em Teatro, Ópera e Cinema, com o actor, encenador e principalmente como cenógrafo. Como artista plástico, o seu trabalho estende-se por vários campos de acção como a Pintura, Escultura, Gravura, Cerâmica, Ilustração, Design Gráfico, Fotografia, Instalação e Vídeo-Arte. Expõe individualmente com regularidade desde 1986 em Portugal e em alguns países como o Brasil, Bélgica, Espanha e França. Tem participado em inúmeras exposições colectivas quer no país quer no estrangeiro.

Christine Istad:Istad trabalha com fotografia, vídeo e instalações. Participou em várias exposições individuais e coletivas, tanto na Noruega como no estrangeiro. Exibiu no A. O. KUBE Art Museum, Henie Onstad Art Center, Tromsø e Oslo Art Center, Bergen Art Hall, Marres Maastrcht e Zoellner Art Center, PA USA.
Participou em exposições regionais e as suas obras foram adquiridas pela A. O. Kube Art Museum and LUAG Collection; PA USA; Gabinete do Primeiro-Ministro; Ministro da Educação; Universidade de Oslo; St.Olavs Hospital e pela coleção de arte do Município de Baerum. Ela teve a sua formação na Strykejernet School of Art, Westerdals School of Communication e Parsons School of Design, em Nova Iorque.
Realizou 7 viagens de estudo para o Japão entre 2006 e 2019, e foi artista residente em Circolo Scandinavo, em Roma, 2017.
Em 2016, iniciou o grupo de artistas/ativistas “Guerrilla Plastic Movement”, como resposta à catástrofe da poluição através do plástico. Limpam as praias e lutam por um oceano sem plástico, usando meios visuais, verbais e artísticos. O grupo é composto por 11 membros.
Istad recebeu várias bolsas de projeto e apoio para artistas financiadas pelo Governo da Noruega.
Juntamente com a artista Lisa Pacini, as artistas realizaram a escultura de luz e itinerante “Travelling SUN”. Exibiram o projeto na Noruega, Inglaterra, Islândia, Países Baixos e EUA.
Travelling SUN: http://artubeart.blogspot.no 

Pippip Ferner: Artista visual que trabalha com várias técnicas como desenho, pintura e instalações. Colabora com biólogos marinhos, incluindo o navio de investigação G.O. Sars.
Formação: Edinburgh College of Art, DTK art school e Parsons New York. Experiência no Ensino artístico na Noruega e Uganda.
Realizou várias exposições individuais, inúmeras instalações artísticas em espaços públicos e participou como júri de exposições na Noruega e no estrangeiro. As suas obras foram adquiridas pelo a.o. Southern Norway Hospital; Município de Asker; Norway House L.A. e the Queen of Norway. Membro do Grupo de artistas/ativistas “Guerrilla Plastic Movement” e do “artist group F36”. Ferner recebeu uma série de bolsas de projeto e apoio para artistas, financiadas pelo Governo da Noruega.

 

 

X