Mostra da XIX Bienal Internacional de Arte de Cerveira | até 17 dezembro em Pontevedra

A Sala X – Sala de Exposicións do Campus de Pontevedra da Universidade de Vigo inaugurou, no passado dia 17 de novembro, uma seleção de 26 obras apresentadas na XIX Bienal Internacional de Arte de Cerveira. A exposição, que se prolonga durante um mês, poderá ser impulsionadora de futuras parcerias entre a Fundação Bienal de Arte de Cerveira (FBAC) e a Faculdade de Belas Artes da Universidade de Vigo.

A “Mostra XIX Bienal Internacional de Arte de Cerveira” pretende pôr em confronto diversas linguagens e opções estéticas de 24 artistas de nacionalidades que têm maioritariamente como língua materna o português e o espanhol. Segundo o coordenador artístico e de produção da Fundação Bienal de Arte de Cerveira (FBAC), Cabral Pinto, “esta iniciativa contribui para abrir portas a diálogos e expetativas de como a obra de arte pode ser um meio de comunicação intercultural, permitindo a partilha da visão das comunidades de uma identidade que pode ou não ser comum”.

Vice-presidente da FBAC, Nuno Correia; coordenador artístico e de produção da FBAC, Cabral Pinto; vice-reitor do Campus, Juan Manuel Corbacho; decana da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Vigo, Silvia García; e adjunto do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Pedro Soares.

A inauguração da exposição, que decorreu a 17 de novembro, contou com a presença da decana da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Vigo, Silvia García; do vice-reitor do campus, Juan Manuel Corbacho; do adjunto do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Pedro Soares; do vice-presidente da FBAC, Nuno Correia; e do coordenador artístico e de produção da FBAC, Cabral Pinto.

Nesta que foi a segunda exposição inaugurada pela Fundação Bienal de Arte de Cerveira naquele espaço, houve ainda tempo para manifestar interesse em estabelecer estratégias e parcerias futuras por parte dos representantes das instituições.

Esta iniciativa integra o projeto “Bienal Internacional de Arte de Cerveira: 40 anos que projetam o futuro”, que conta com o apoio da República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes.

De recordar que, a caminho de celebrar 40 anos, a bienal de arte mais antiga da península ibérica atingiu 100 mil visitantes, entre 15 de julho e 16 de setembro. Só em Vila Nova de Cerveira foram apresentados 8.300m2 de espaço expositivo, 500 artistas de 35 países, e 600 obras de arte, num total de 14 espaços.

 

Artistas representados: Alexandra de Pinho (PT), Alfonso Vicente Rey (ES), Beatriz Cunha (PT), Cristóbal (PE), Filipe Rodrigues (PT), Henrique Do Vale (AO), Maria Melo (PT), Mariola Landowska (PL), Raquel Gralheiro (PT), Elsa César (PT), Henrique Silva (PT), Bruno Caracol (PT), Edu (ES), Fran Orallo (ES), Inês Norton (PT), Lealveileby (PT & SE), Marcos Bonisson e Khalil Charif (BR), Miguel Ángel Rego (ES), Pedro Sena Nunes (PT), Raylander Mártis (BR), Tânia Dinis (PT), Ximena Velásquez Sánches (CO)

 

 

Local: Sala X – Sala de Exposicións do Campus de Pontevedra, Rúa Maestranza, 2

Horário (hora local): segunda a sexta-feira | 12h00 – 14h00 | 19h00 – 21h00

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone