Exposição “Vida com Histórias” no Museu Bienal de Cerveira

exposicao_vidas_com_historia

 

O projeto Vida com Histórias teve o seu início em 2012, e conta já com múltiplas exposições, desde galerias, bibliotecas e escolas. A par da fotografia dos contemplados, que estão na faixa etária dos 67 aos 106 anos, existe ainda associada uma prosa, por vezes poética, sobre a história de vida do idoso, percorrendo aspectos centrais autobiográficos, sendo o resultado uma resolução positiva perante a evolução de uma vida com tantos milhões de momentos…

A entrada é livre e gratuita.

Organização: Lar Maria Luísa, Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira
Criação do Projeto, Coordenação, Produção de Textos e Fotografia: Dr. Sérgio Parente |Psicólogo
Direção Técnica: Dr.ª Mara Rebelo
Apoio na Impressão Fotográfica e Fotografia: Custódia Pereira
Apoio: Fundação Bienal de Cerveira
Horário:
Terça a sexta-feira: 15h00 às 19h00
Sábados e feriados: 10h00 às 13h00; 15h00 às 19h00

Vida com Histórias
Vida com Histórias fala-nos de emoções, de evolução, de ser pessoa, de ser humano. É o primeiro projecto de outros, organizados pelo Lar Maria Luísa da Santa Casa de Misericórdia de Vila Nova de Cerveira. Pretendemos, mostrar com recurso à narrativa visual que é a fotografia, bem como da narrativa escrita pelos excertos de prosa, evidenciar percursos de vida de cada pessoa contemplada que, estando neste momento na condição de utente, no Lar Maria Luísa, destaca-se e eleva-se pelas múltiplas histórias contadas e outras ocultas… Por detrás de cada olhar, muitas horas e milhões de minutos decorridos na passagem do tempo…
Parte deste tempo, em evolução, está aqui congelado no momento fotográfico e na escuta activa subjacente aos excertos escritos e que, apelam a cada observador sensível, o potencial mundo de emoções que comporta uma vida, permitindo deste modo a noção de continuidade…
Vida com Histórias é um projecto ao qual queremos que seja dinâmico, pois é fulcral potenciar a reflexão do ser idoso na sociedade contemporânea e retirar das margens da vida rótulos injustos a que tantas vezes os idosos são remetidos. Por outras palavras, visamos criar significados sobre algo único, que é conjugável com o somatório de tantas histórias numa vida, ao qual a passagem do tempo é mestra e que traduz a sabedoria de ser pessoa. Isto significa, o esvaziamento do supérfluo através da adição da simplicidade.
Bem-vindos, à Vida com Histórias…
Sérgio Parente (Psicólogo)

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone
Publicado em Notícias