Espinho acolhe exposição “Viacrucis. A Pintura como interrogação” (exposição individual de Jaime Silva) em parceria com a FBAC

 

De Vila Nova de Cerveira a Espinho, a exposição “VIACRUCIS – a Pintura como interrogação” apresenta, a partir de 19 de janeiro, cerca de 80 obras do artista Jaime Silva, em parceria com a Fundação Bienal de Arte de Cerveira.

Com curadoria de Helena Mendes Pereira, a mostra “VIACRUCIS – a Pintura como interrogação” propõe ao público uma abordagem antológica a partir de cerca de 80 desenhos e pinturas da autoria de Jaime Silva. Inaugurada a 27 de outubro de 2018 na Fundação Bienal de Arte de Cerveira, esta exposição integra obras criadas entre 1975 e 2018, que poderão ser visitadas no Museu Municipal de Espinho a partir de 19 de janeiro.

“Para mim a Arte (o que entendo como tal) é algo que nos mantém suspensos entre um estado letárgico e o que convoca um estado de espírito, que posso definir como de atenção ao mundo circundante, e que evidentemente não se restringe a teorias de ocasião, definições politicamente corretas ou incorretas, outras”, explica o pintor e vice-presidente da Sociedade Nacional de Belas Artes, Jaime Silva.

Nas palavras da curadora da exposição, Helena Mendes Pereira, “Viacrucis, na utilização do termo em latim, remete-nos, simbolicamente, para o caminho percorrido por Jesus Cristo, do Pretório de Pilatos até ao Monte Calvário, onde teria lugar a crucificação. Em Jaime Silva o exercício da pintura surge num intervalo difuso e conturbado da impossibilidade de representação ou como representação do filho de Deus…”.

Jaime Silva nasceu no Peso da Régua, em 1947. Licenciou-se em pintura na Escola Superior de Belas Artes do Porto e foi membro fundador do grupo Puzzle, de 1975 a 1977, juntamente com Carlos Carreiro, Graça Morais, João Dixo, Albuquerque Mendes entre outros artistas do Porto. Em Paris foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian. Ao longo da sua vida profissional tem desempenhado funções de galerista, professor de pintura, diretor artístico, curador e júri de várias exposições. Participa em exposições individuais e coletivas desde 1976, em Portugal e no estrangeiro.

 

Datas: 19 de janeiro a 2 de março de 2019 (Inauguração às 16h00)

Horário: segunda a sexta-feira: 10h00 às 17h00; sábados: 10h00 às 13h30 14h30-18h00

Encerra ao domingo e feriados

 Local: Museu Municipal de Espinho. Rua 41 / Av. João de Deus. 4501-901 Espinho

X