Em residência ou talvez não! | Exposição de estudantes do MAP – Mestrado em Artes Plásticas da FBAUP | 19 a 30 de junho

“Em residência ou talvez não!” é a mostra que os alunos do Mestrado em Artes Plásticas da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto estão a promover, até 30 de junho, com o apoio da Fundação Bienal de Arte de Cerveira, no edifício das traseiras da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira. Com coordenação de Rute Rosas e Pedro Tudela, a exposição resulta da residência artística realizada na Casa do Artista Jaime Isidoro, entre 14 e 31 de maio deste ano.

 

Sobre o projeto Em residência ou talvez não!

Nesta 1ª edição do Mestrado em Artes Plásticas da FBAUP (MAP) procuramos promover atividades extracurriculares, nomeadamente, um plano de trabalho em residência artística com a Fundação Bienal de Arte de Cerveira que, este ano, comemora o seu 40.º aniversário.
Os estudantes tiveram a oportunidade de realizar diversas visitas e residir na Casa do Artista em grupos multidisciplinares, aliando as suas pesquisas ao trabalho em equipa.
O MAP conta com quatro áreas de especialização, Desenho, Escultura, Intermédia e Pintura, de estrutura heterogénea e flexível posicionando-se perante as Artes Plásticas e, através delas, na Universidade e na Sociedade. Estes padrões movimentam-se entre vários territórios disciplinares, ao reconhecer a heterogeneidade de perspetivas no mesmo ciclo de estudos como condição fundamental do pensamento artístico.
Esta coexistência de disciplinas e saberes-fazeres é o que gradualmente permitirá ao estudante modular o seu discurso próprio, construir percursos, integrando, situando e relacionando a sua pesquisa e plano de trabalho tanto com o mundo artístico como com o contexto social onde vive e trabalha. Preparar um jovem artista para se posicionar neste espaço heterogéneo que a arte comporta, sem complexos, exige novas perspetivas também nas dinâmicas e competências que se oferecem, com ênfase na relação da prática do estúdio com o exterior, de modo a promover uma formação artística mais qualificada, edificadora de posicionamentos face aos desafios da internacionalização, e em simultâneo enfrentar os desafios da internacionalização com uma organização mais flexível.
Os quatro Estúdios organizados por especialidade centralizam a sua acção na coordenação, orientação e apoio ao desenvolvimento e consolidação do projecto/plano individual dos estudantes, assente numa dinâmica e diversidade de tipologia de aulas frutífera ao processo de ensino e aprendizagem, partindo de pressupostos e conceitos que estruturam e definem os territórios das Artes Plásticas.
Pelas suas diversas vertentes ou variantes, esquemas ou estruturas conceptuais, promovem-se diálogos e articulações entre os meios, matérias, ferramentas e estruturas compositivas potenciadoras da investigação e criação, partindo dos anseios e projectos dos estudantes, em construção, consolidando a sua práxis artística e a investigação fundamentada.

Consideramos que estas iniciativas e actividades revigoram a vida académica, mas também incentivam à partilha servindo ao enriquecimento e ensaio dos processos e procedimentos destes estudantes, pelo contacto e diálogo com outros pares.

… por uns dias… depois de alguns meses… em Vila Nova de Cerveira

Rute Rosas e Pedro Tudela
(pela Direção e Comissão Científica do MAP- FBAUP)

 

Folha de sala da exposição

Local: Praça da Liberdade, 4920-284 Vila Nova de Cerveira
(edifício das traseiras da Câmara Municipal de Cerveira)
De 19 a 30 de junho
Horário: terça-feira a sábado das 15.00h às 19.00h

X