Skip to main content
Clean & Safe

Apresentação do livro “BIENAL DE CERVEIRA (1978-2007) – Memória e Singularidade”

Apresentação do livro “BIENAL DE CERVEIRA (1978-2007) – Memória e Singularidade”
Apresentação do livro “BIENAL DE CERVEIRA (1978-2007) – Memória e Singularidade”

 

No próximo dia 22 de agosto (sábado), às 18h00, a XXI Bienal Internacional de Arte de Cerveira acolhe a apresentação do livro “BIENAL DE CERVEIRA (1978-2007) – Memória e Singularidade” de Margarida Leão. A publicação, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, resulta da tese de doutoramento em Arte e Design defendida pela artista, em 2018, na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.

“BIENAL DE CERVEIRA (1978-2007) – Memória e Singularidade” pretende ser um estudo que revisita as edições da Bienal Internacional de Arte de Cerveira de 1978 a 2007, dando resposta, segundo Margarida Leão, à quase ausência de qualquer narrativa sobre o evento, apesar de este ser considerado um marco da cultura artística contemporânea Portuguesa.

A publicação consiste, assim, numa “compilação de dados de 29 anos da Bienal de Cerveira, contextualizando o evento no âmbito da arte contemporânea e caracterizando os fatores da sua singularidade, por comparação com eventos congéneres, analisados os seus aspetos distintivos, tais como modelo organizativo (…) e a programação paralela com práticas oficinais, avaliando o impacto cultural, dentro e fora da região, nomeadamente através do que foi a constituição de um acervo, de acesso público”, explica a autora no livro.

Nas palavras do Presidente da Fundação Bienal de Arte de Cerveira e do Município de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, “a artista Margarida Leão está de parabéns por este intenso trabalho de investigação em torno daquele que é O evento de Vila Nova de Cerveira, apresentando-se como um importante arquivo documental e para alavancagem de futuras investigações”.

A apresentação estará a cargo da orientadora da tese, a Professora Doutora Maria de Fátima Lambert da ESE-IPP (Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto), e do coorientador, o Professor Doutor João Adriano Fernandes Rangel (Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto).

A sessão poderá ser acompanhada em direto na página oficial de Facebook da Fundação Bienal de Arte de Cerveira.

 

Biografia da autora

Margarida Leão é doutorada em Arte & Design pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e possui o Master of Arts, pela Universidade Surrey (UK).

Expõe a título individual e coletivo, em Portugal e no estrangeiro, desde 1986. Trabalhou na organização da Bienal Internacional de Arte de Cerveira de 1993 a 2010. É socia-fundadora e produtora da Projeto-Núcleo Desenvolvimento Cultural, desde 1995. Entre 2000 e 2005 dirigiu a Galeria PROJECTO.

Para além de docente na ESG – Escola Superior Gallaecia, em Vila Nova de Cerveira, coordena ainda a produção do ATELIER GONDAR.

Conta com vários prémios e distinções, destacando-se: o Prémio Ex-Aequo “A Urtiga” IX Bienal Internacional de Arte de Cerveira (1996); o Prémio Ex-Aequo de Pintura Concurso Nacional de Pintura “D. Sebastião” da Galeria Almada Negreiros, Lisboa (1992); o 3.º Prémio Concurso Nacional Pintura “Prémio Camilo Castelo Branco” em Famalicão (1991) e a Menção Honrosa III Salão Arte Jovem “Prémio Prof. Reinaldo dos Santos”, em Vila Franca de Xira (1991).

X